domingo, 7 de agosto de 2011

♥→ Fato Eternizado





E essa falta que me consome, que chama teu nome,  a tua voz que não me deixa nem cala, me comove, faz desejar tua boca colada a minha sem ensaios ou disfarces, assumidos no toque da minha pele, que doma, sacia a vontade de te ter  entre nuvens que surgem.  
Traz o teu Sol, meu guia, direcionando nas minhas estradas todos os dias, meu caminho é o teu, sou tua e já sabia.
Se aproxima do meu corpo, sente meus sonhos te implorando para tomar conta do que te pertence, sem mais enganos. A Minha alma é tua casa, meu coração é tua morada, nas miudezas de afetos tão nossos, de momentos tão íntimos, de vida consagrada pelo amor entre homem e mulher. Divino!
Depois de provar  da tua paixão jamais saberei viver longe de ti, cúmplice, amigo, companheiro, homem felino.
Minha vida em tuas mãos, minha alegria em teu olhar, minha esperança em tuas palavras, meu amanhecer em teus sorrisos... Fato eternizado em mim.



Thatiana Vaz







Eu não vou saber me acostumar
Sem suas mãos pra me acalmar
Sem seu olhar pra me entender
Sem seu carinho, amor, sem você
Vem me tirar da solidão,
Fazer feliz meu coração
Já não importa quem errou
O que passou, passou
Então vem...
(Michael Sulivan / Paulo Massadas)





2 comentários:

Edu Lazaro disse...

"Que o breve seja um eterno sentir, e o último a acabar." Esta frase eu criei há anos, e esta sua poesia cabe nela. Abraços de quem está sempre por aqui, mesmo que invisível.

Paula Moraes disse...

Lindo , lindo, a saudade é um dos maiores e mais dolorosos sentimentos, e quando se instala demora a ir embora...
Boa semana.
Bjs